Fruto do poder de Deus

Márcia Rosa é a prova viva do milagre da transformação

Antes de entrar no ar com o programa de segunda-feira (5), pela IURD TV, às 10 horas, o bispo Edir Macedo fez questão de visitar o estúdio onde o bispo Guaracy Santos fazia o programa, também ao vivo, para surpreendê-lo com uma bênção especial: “Eu venho aqui para abençoá-lo, pois você será transferido para a Bahia, não para ser mais um bispo ou pastor do estado, mas, sim, para ser um libertador daquele povo. Eu imponho as minhas mãos sobre você e determino que, em nome do Senhor Jesus, a unção de Deus que está sobre mim passe para você”, determinou o bispo Macedo (foto).
Em seguida, durante o seu programa, o bispo constatou, através do testemunho de Márcia Rosa Leite, que o objetivo de Igreja Universal tem sido atingido. A vida da representante comercial é prova viva do imensurável amor de Deus, que é capaz de perdoar e transformar a todos que O buscam.
Márcia teve uma infância conturbada, por causa da rejeição do pai, que não a queria como filha. “Ele pediu para minha mãe me abortar, mas ela não aceitou. Quando ela estava no oitavo mês de gestação, ele deu uma surra nela para que me perdesse. Minha mãe chegou ao hospital toda machucada, mas não aconteceu nada comigo”, conta.
“Aos oito anos, meu pai, que nunca dirigiu uma palavra de carinho a mim, quis me levar à praia. No caminho, ele dizia: ‘Hoje eu me livro da praga.’ Ele chegou na praia e disse que eu ia para um lugar muito melhor; aí entrei no mar. Quando eu já estava com água pelo joelho, meu irmão apareceu e me tirou. Depois ele confessou para minha mãe que enquanto não se livrasse de mim não sossegaria. Eu não era uma criança levada, tinha medo de fazer algo que o fizesse brigar comigo. Eu era uma criança oprimida”, recorda-se Márcia.
Fase de rebeldia
A jovem relembra a fase em que sua mãe conheceu Jesus através da IURD e ainda conta como conheceu o mundo. “Todo carinho e atenção que eu tinha eram da minha mãe. Ela me idolatrava. Quando minha mãe passou a frequentar a Igreja, eu comecei a observar que foi me deixando de lado, o mais importante para ela era o Senhor Jesus. E ela aprendeu a lidar com o meu pai, que começou a ficar mais calmo; mesmo o ódio dele por mim não tendo cessado, já não me agredia mais. Eu perguntei por que minha mãe havia mudado comigo e ela respondeu que o amor era o mesmo, só que de forma diferente; como alma. E disse que um dia eu iria entender. Tudo começou a mudar na vida dela”, conta.
Márcia tentava todo o tempo desviar a atenção de sua mãe com péssimas atitudes. “Eu tinha uns 17 anos quando comecei a dar trabalho a ela, queria tirar o foco dela da Igreja e trazer para mim. Com 18, resolvi casar para sair de casa e tirar minha mãe da Igreja. Fiz um casamento terrível; separei-me aos 19 anos. Houve muita traição. Foi quando começou meu fundo de poço. Passei a sair com homens casados, fazia-os de brinquedo. Deixava-os apaixonados para poder machucá-los”, confessa.
A relação com o atual marido 
Márcia conta como conheceu o atual marido e como era a relação do casal. “Eu conheci o Luiz por causa de um namorado que me batia. Eu fui à polícia e lá estava ele; separado há dois anos e frequentando uma igreja. Eu iniciei uma amizade por telefone e fiquei três meses tentando fazê-lo sair comigo. Até que ele aceitou e eu pedi para irmos a um bar; lá eu comecei a assediá-lo, até que o agarrei e dei um beijo nele.”
Três meses depois de conhecê-lo, Márcia descobriu que estava grávida. Ela contou que tentou abortar, mas não teve sucesso. “Após as tentativas de aborto, minha filha nasceu; quando completou um ano, minha mãe morreu; logo em seguida, morreu meu pai. Foi difícil perder minha mãe. Fiquei muito mal. Lembro que pegava a arma do Luiz para atirar na minha cabeça e ela não funcionava”, afirma.
Márcia ressalta que não tinha amor por ninguém e lembrou-se de um episódio em que colocou a vida da filha em risco. “Um dia eu fiquei com a minha filha, com dois anos de idade, na praia de manhã até a noite. E ela, que é bem branca, ficou vermelha. Quase morreu em meus braços. Ela ficou o dia inteiro na praia e eu nem passei protetor solar. Sem contar que com seis meses eu bati nela e com três anos ela apanhou com um cabide de madeira. Eu não tinha o amor de mãe, eu era um monstro. São coisas de que eu me envergonho e só conto para ajudar outras pessoas. Não gosto nem de lembrar”, lamenta a jovem.
Encontro com Deus
Márcia chegou perto da morte para que, então, pudesse ter um encontro com Deus. Através de Luiz, Márcia conheceu a Igreja Universal, onde obteve a cura quando já estava condenada pela medicina.
“Eu tive câncer na garganta. Fiquei quatro dias sem comer, beber e também perdi a fala. Achei que era uma inflamação. Eu tinha 23 anos na época e estava pesando 37 quilos. Eu ouvia tudo, mas não conseguia falar, queria pedir socorro. Eu, que busquei várias vezes pela morte em vão, naquele dia tive medo, porque sabia que ela viria. Foi quando pensei na minha filha, que era a única pessoa que precisava de mim”, recorda Márcia.
Ao ouvir dos médicos que não passaria daquela madrugada, ela se desesperou. “Eu arranquei os aparelhos que estavam presos a mim e fui ligar para o Luiz, mas não conseguia falar. Eu desmaiei e a enfermeira falou com ele. Quando acordei, ele estava em pé ao meu lado segurando a minha mão. Ele disse que para mim tinha jeito e que ia me levar num lugar que eu não gostava, mas o único que me ajudaria. Perguntou se eu iria fazer tudo que tinha que ser feito e balancei a cabeça dizendo que sim. Ele me enrolou num lençol e os médicos disseram que eu entraria no elevador e morreria lá embaixo. Luiz assinou um monte de papéis se responsabilizando por tudo.
Quando chegamos à Igreja Universal, a obreira fez uma oração forte e na mesma hora eu comecei a falar. Quando o pastor me chamou de filha, como nunca escutei alguém me chamar, aquilo me chamou a atenção. E ele disse que Jesus era comigo”, conta.
Márcia afirma que o melhor acontecimento da sua vida foi quando teve seu encontro com Deus. “Todo mundo falava do Espírito Santo, do encontro com Deus e eu dizia que queria conhecer o meu pai, o Pai dos Pais. E disse para Jesus que eu não era nada, uma pecadora e pedi um por cento do amor dEle. Foi como se o Espírito Santo estivesse na minha frente, me dando um  abraço e falando que eu tinha valor”, finaliza Márcia, deixando todos emocionados com tamanha transformação de vida feita por Deus.
Mais bênçãos
Após ouvir a conclusão do testemunho de Márcia, o bispo Macedo encerrou a programação e, logo em seguida, o bispo Romualdo Panceiro deu início ao programa diário que também apresenta pela IURD TV;  e para a surpresa dele, o bispo Macedo repetiu o feito de horas antes: entrou ao vivo, impôs as mãos sobre o bispo e o abençoou também para que vá pelo Brasil libertando o povo. (foto ao lado)
A primeira visita do bispo Romualdo correrá no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 09, no Cenáculo Matriz, na Av. Suburbana nº 4.242,em Del Castilho, às 19h30, onde haverá um forte clamor de libertação.

IURD TV: Um crescente sucesso

iurdtv

Variedade na grade de programação garante bons resultados.

Além de levar a Palavra de Deus a pessoas de diversas religiões, a IURD TV tem sido uma forte aliada para o avivamento espiritual dos cristãos. Apesar do pouco tempo de existência – a estreia foi em maio deste ano pelo portal Arca Universal – o avanço é notório e tem conquistado expectadores no mundo todo, ultrapassando a marca de dois milhões de visualizações por mês.
Com uma grade que atende a vários tipos de público, a IURD TV diversificou ainda mais a programação com a criação da atração Coisas de Mulher e a estreia de programas realizados diretamente de Londres, Portugal e Espanha, além da transmissão ao vivo do programa Força Jovem, que antes era gravado.
Em diversos idiomas 
Através da IURD TV, milhares de pessoas receberam o Espírito Santo durante a primeira campanha do Jejum de Daniel, que foi realizada entre os dias 28 de março e 17 de abril. Agora, a ideia é abranger ainda mais pessoas sedentas do selo divino.
Por isso, no início desta semana, aconteceu a estreia de programas feitos diretamente de Londres, pelo bispo Celso Júnior (foto ao lado), Portugal, bispo Júlio Freitas e Espanha, pelo pastor Walber Barboza, cada um em seus respectivos idiomas. Os internautas também enviam perguntas ao blog do bispo Macedo, que é traduzido para o inglês e o espanhol e recebem orientação ao vivo.
Num dos primeiros programas da Espanha, o pastor Walber fez questão de compartilhar com todos o testemunho de uma ex-prostituta, que chegou a ter 20 homens por dia como clientes, mas hoje é uma nova criatura, transformada pelo Espírito de Deus. ” Metade do programa é feito em espanhol e a outra parte em português. Eu creio que mais do que a população da Europa, pessoas de toda a América que compreendem o espanhol também serão beneficiadas”, destaca o pastor. 
Força Jovem ao vivo  
O programa Força Jovem Brasil, que estreou no dia 30 de junho, comandado pelo pastor Jean Madeira, responsável nacional da FJB, agora é apresentado ao vivo e em novos dias e horários. A atração poderá ser vista as segundas, quartas e sextas, a partir das 22h, no horário de Brasília.
Na estreia do programa ao vivo, nesta terça-feira (2), o pastor Jean apresentou diversas reportagens do grupo, além de interagir com internautas por meio de comentários deixados no blog do bispo Macedo. Na ocasião, o pastor conversou por telefone com os pastores Adriano Lopes (coordenador da FJ Bahia) e André Souza (coordenador da FJ Rio de Janeiro). Ambos reforçaram a importância do programa para alicerçar a comunhão dos jovens com Deus, sobretudo em meio ao propósito do Jejum de Daniel.
Para o pastor Jean, este é o resultado do empenho diário de mais de trezentos mil voluntários do Força Jovem em todo o Brasil. “Ficamos muito felizes e sabemos que, com o apoio da IURD TV, vamos alcançar outros milhões de jovens que se encontram perdidos no Brasil”, comemorou o pastor.
Um toque feminino
Na IURD TV não poderia faltar um programa voltado especialmente para mulheres. Apresentado por Lucia Amaral, Grace Pereira e Marta, o programa Coisas de Mulher teve sua estreia no dia 1º de agosto e vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 15h às 16h.
Durante a exibição, as apresentadoras comentam a cerca de importantes questões, por exemplo: como ser feliz no amor, como encontrar a pessoa ideal e muitas outras relacionadas a namoro e casamento. Na oportunidade, de forma esclarecedora, elas respondem ao vivo os comentários deixados durante a atração.
Dentro do propósito dos 21 dias do Jejum de Daniel, assuntos como o recebimento do selo do Espírito Santo também ganham destaque durante o programa.

Acessem www.iurdtv.com

 

Fonte:Louvores do Reino

IURD: 34 anos – Comemoração

Igreja Universal comemora a data com inúmeras conquistas e relatos incríveis dos primeiros membros

Neste mês de julho, a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) completa 34 anos. O trabalho, que começou de forma bem simples em um coreto localizado no Jardim do Méier, zona norte do Rio de Janeiro, cresceu e se expandiu pelo Brasil e pelo mundo. Presente em quase 200 países, os projetos realizados pela IURD não transformam apenas a vida de quem a frequenta, mas da sociedade em geral, uma vez que, por meio de seus trabalhos sociais, ajudam na recuperação de viciados, mendigos, menores infratores e prostitutas.
Membro da Igreja Universal desde o início, Wilson Marinho, de 83 anos, é obreiro há 33. Chegou à IURD nos anos 70, junto com a esposa Deusalina, já falecida. A busca pela cura do filho, que sofria com problemas respiratórios, os levou à pequena igreja na Abolição, onde ele continua firme até hoje. “Ao ouvirmos as palavras do pastor Edir Macedo e vermos a cura do nosso filho, nos firmamos com Deus. O que eu sou hoje devo ao que aprendi com o bispo. Honestidade, fidelidade e fé na Palavra de Deus”, afirma.
Em meio a tantos milagres, histórias curiosas do início da Igreja Universal são contadas pelo aposentado Albino da Silva, de 88 anos. “O bispo Edir Macedo tinha um fusquinha e os bandidos levaram o carro com a esposa dele dentro. Ele ficou muito preocupado. Cheguei a percorrer as ruas da Abolição à procura dela, mas não a encontrei. Assim que voltei para a igreja, eu falei que não era para se desesperar, que ela poderia até mesmo já estar em casa. E foi o que aconteceu. Logo após levarem o carro, eles a soltaram. Lembro que o bispo ficou radiante quando viu que ela estava bem”, conta.

A filha de seu Albino, Alba Maria Veronese da Silva, de 50 anos, seguiu os mesmos passos de dedicação à IURD do pai. “Minha família conheceu o bispo Edir Macedo em 1976”, conta ela, que evangelizou o bispo Romualdo. “Trabalhava em uma empresa em que o bispo Romualdo era office boy do departamento financeiro em que eu era a responsável. Gostava tanto dele que quando possível lhe dava uma carona e ia conversando sobre o Senhor Jesus, a IURD e as bênçãos recebidas. Lembro-me de que, na época, a gente fazia uma reunião de jovens, aos sábados, e o convidei, mas ele não foi. Depois perdi o contato. Me demiti da empresa para trabalhar na Igreja Universal e somente voltei a encontrá-lo na IURD da Abolição”, lembra Alba.
Wilson, Albino e Alba fazem parte do grupo dos chamados “Pratas da Casa”, os primeiros membros da IURD, “os primeiros a terem uma experiência com o Senhor Jesus”, como diz o bispo Edir Macedo em homenagem àqueles que estão na Igreja desde os primórdios (leia o texto). Cada um deles teve um papel fundamental para que a Igreja Universal pudesse prosperar. É o caso da carioca dona Lindalva Bernardo de Figueiredo, que doou o primeiro ventilador que a Igreja Universal teve, quando as reuniões ainda eram na antiga funerária na Abolição. Eny de Oliveira Rifona, de 77 anos, é outro membro antigo. Ela guarda até hoje alguns hinários das primeiras reuniões da IURD que frequentou na década de 80, na rua 25 de Março, no centro de São Paulo. Na época, ela e a família enfrentavam sérios problemas de saúde, sem contar as constantes desavenças. “Os encontros eram mais longos. Dava tempo para o pastor cantar todo o hinário. Aliás, guardo alguns com carinho. São lindas recordações daquele período”, pontua.

E, assim como os outros “Pratas da Casa”, o carinho e a dedicação de Wilson pela IURD duram até hoje. Foi ele quem ajudou a construir e a reformar alguns templos, inclusive o altar da igreja na Abolição no lugar onde antes funcionava um galpão pequeno de uma funerária. “Era muito trabalho, mas eu sempre fiz tudo de coração, como até hoje”, relata o obreiro, que sonha em poder conhecer o Templo de Salomão, em fase de construção na capital paulista (leia mais sobre o templo clicando aqui).
Há 34 anos, com a contínua inauguração de templos e o constante aumento do número de membros, a IURD vem cumprindo o seu propósito principal: levar a Palavra de Deus ao maior número possível de pessoas. Para dar respaldo a este crescimento, o uso das tecnologias da informação tem sido fundamental tanto no Brasil quanto no exterior. As mídias impressas, televisivas, radiofônicas e, mais recentemente, as digitais não são novidades para a Igreja Universal, que se utiliza desses meios para propagar o Evangelho e colaborar com ações sociais, como no caso da conscientização sobre a aids e atenção às vítimas, principalmente no continente africano.
Lançado em 2001, o portal “Arca Universal” (www.arcauniversal.com.br) vem conseguindo mensalmente 20 milhões de acessos. Recentemente a estreia da “IURD TV” aproximou ainda mais os internautas da Igreja. Por meio dos programas, as pessoas têm, 24 horas por dia, a oportunidade de aprendizado, edificação espiritual e interação com pastores e bispos (leia mais IURD na era digital).
Evangelização
Muito antes da internet, a IURD já lançava mão de outros meios de comunicação como ferramentas de evangelização. Na televisão, o primeiro programa da Igreja Universal, transmitido no final da década de 70, foi “O Despertar da Fé”, na extinta “TV Tupi”. Hoje, a IURD possui programações diárias em diferentes horários e emissoras de televisão no País.
Na mídia radiofônica, o destaque fica por conta da “Rede Aleluia” (emissoras de rádio afiliadas que transmitem a programação da IURD no Brasil e no mundo). Por reconhecer a abrangência e a importância do rádio como instrumento para evangelização, o bispo Edir Macedo criou, há 2 anos, a campanha para expansão da rede e, desde então, foram mais conquistas. Hoje, a “Rede Aleluia” possui 71 emissoras afiliadas e, em âmbito internacional, é transmitida pela internet, via satélite. O líder de audiência é o programa “Palavra Amiga”, apresentado pelo próprio bispo Edir Macedo. “Ele faz questão de apresentar. Onde quer que esteja realizando viagem missionária faz o programa”, comenta Marcelo Silva, diretor da

“Rede Aleluia”.

Por meio da programação da IURD nas rádios, milhões de pessoas solitárias, em casa, hospitais e presídios são alcançadas pelas mensagens de edificação e avivamento da fé. “Somente no céu tomaremos conhecimento dos frutos do trabalho evangelístico realizado por este meio de comunicação”, destacou o bispo Edir Macedo.
No meio impresso, a IURD conta com diversos veículos de circulação nacional e internacional. No Brasil, destacam-se o jornal Folha Universal, fundado em 1992 e que hoje possui a maior tiragem do País: cerca de 2,5 milhões de exemplares semanais. África do Sul, Moçambique, Argentina e Equador são alguns dos países onde a IURD também possui periódicos próprios.
Mensal, a revista “Plenitude” é outra publicação da IURD. Há 4 anos surgiu ainda a revista “A Visão da Fé”, criada para os auxiliares do bispo Edir Macedo. A publicação traz informações das viagens missionárias do bispo e dos trabalhos sociais e evangelísticos da Igreja.
Jovens e crianças contam ainda com publicações específicas para suas faixas etárias. Entre elas, “Força Jovem”, “Tá ligado”, “Folhinha IURD” e “Revista Educador” (que atende a faixa etária de 4 a 10 anos).
Na literatura, a Igreja Universal também é responsável por diversos livros para o despertar da fé e outros temas cristãos – todos publicados pela Unipro Editora. Entre os autores estão o bispo Edir Macedo, Cristiane Cardoso e Ester Bezerra.
fonte: iurd.pt  e  amigos da Universal

Igreja Universal lança a IURDTV

Projeto de TV pela internet vai alcançar milhões de pessoas em todo o mundo

Da Redação
redacao@arcauniversal.com


Bispo Romualdo transmite o Santo culto ao vivo pela IURDTV
A Igreja Universal acaba de lançar mais um veículo de comunicação com a intenção de levar a mensagem do Evangelho a milhões de pessoas em todo o mundo. É a IURDTV, que pode ser acessada através do portal Arca Universal (www.arcauniversal.com/iurdtv) e que vai transmitir reuniões, eventos e mensagens especiais dos bispos e pastores da Igreja.
O lançamento oficial aconteceu nesta quarta-feira (11) com a transmissão da gravação do programa Palavra Amiga, do Bispo Macedo, na Rede Aleluia.
Durante todo o dia você poderá assisitir a uma programação exclusiva da IURD.
Clique aqui e assista agora

Bispo Romualdo Panceiro

o mundo passou a conhecer este homem pelas noticias difamatórias, mas na realidade quem é este HOMEM?
veja este vídeo e saiba a resposta.

IURD que a Mídia não mostra

Devido a nova série de ataques que a IURD vem recebendo da mídia, uma pessoa me pediu para indicar alguns sites de obras sociais que a IURD mantém e apóia para mostrar seu amor, dedicação e solidariedade ao próximo.

Indico alguns:

AMC – Associação das Mulheres Cristãs – Blog: http://amcmulherescristas.blogspot.com/ – Algumas matérias:

* AMC retorna ao Lar do Betinho
* AMC Faz Entrega em Parada de Taipas
* Lar do Menor Agraciado com Doações

IURD na Fundação CASA (Antiga Febem) – Blog: http://iurdnafundacaocasa.blogspot.com/ – Algumas matérias:

* Força Jovem da IURD na Fundação CASA
* IURD ajuda os moradores de rua
* IURD doa milhares de Bíblias para Fundação Casa

Agente da Comunidade – Blog: http://agcomunidade.blogspot.com/ – Algumas matérias:

* A Gente da Comunidade e Hemope juntos!
* A gente da Comunidade visita creche Tia Geralda
* A Gente da Comunidade visitam o Abrigo Cristo Redentor

Escola Bíblia Infantil (EBI) – Site: http://www.ebiuniversal.com.br/ – Algumas matérias:

* 1ª Feira de Conhecimentos Bíblicos
* Educadoras do Acre participam de Workshop
* EBI nos bairros

Grupo de Evangelismo – Site: http://www.evangelizacaouniversalsp.com.br/ – Matéria:

* Ponto de Fé em Francismo Morato

Projeto Ler e Escrever – Site: http://www.lereescreversp.com.br/

Força Jovem Universal – Site: http://forcajovemuniversal.com.br/2010/

* Operação Praia Limpa
* Jovens no Judô e Jiu-Jitsu
* Cidadania em Campinas

Momento do Presidiário – Blog: http://momentodopresidiariors.blogspot.com/ – Algumas matérias:

* ASSISTÊNCIA AS FAMÍLIAS – Um Grande Passo para a Recuperação
* Batismo na Penitenciária Modulada de Osório
* Momentos Especias na Maior Cadeia do Rio Grande do Sul

Estes são alguns dos trabalhos Sociais que a IURD apóia diretamente, dentre tantos outros, como a Sociedade Pestalozzi, Projeto Nordeste, etc. Caso tenha mais informações sobre algum trabalho ausente neste texto, deixe um comentário. Apesar que:

“Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem relatadas uma por uma, creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.” João 21:25

* Veja também a matéria publicada hoje no Arca Universal sobre o Desespero do Poder.

Por @PauloCSM

satisfação a igreja!

saiba mais!

Qual é a porta pela qual você quer passar?

A lei que sustenta a teoria de que uma ação provoca uma reação não se aplica apenas ao mundo físico, na verdade, esta também é a ponte entre o ser humano e o sobrenatural

“Deus age de acordo com a nossa ação! A minha ação provoca a ação de Deus! Foi exatamente isso que escutámos no testemunho, que a ação daquela senhora provocou a reação de Deus! Quando a pessoa crê e prossegue de mãos dadas com Ele, ela vence em quaisquer circunstâncias e a porta que abrir não vai ter bruxedo, inveja, perseguição ou crise que a consiga fechar, porque ela foi aberta não com o seu conhecimento apenas, mas tendo Deus como aliado!”, revelou o orador, Pr. Walber Barboza, no âmbito da realização da campanha da “Porta Aberta”, a ser realizada em março, no Congresso Financeiro, e destinada a quem sabe exatamente onde se quer posicionar no que à vida económica diz respeito.

Controle as palavras

Como tem sucedido todas as semanas, o congressista abordou uma nova sugestão do “Guia Especial para controlar e mudar de vida em 2010”. Desta feita, foi o poder inerente à nossa palavra: “É importante salientar que uma palavra bem escolhida tem o poder de parar um exército, de transformar uma derrota em vitória ou de salvar um império; uma palavra acompanhada de ação fez o Sol e a Lua pararem. Agora, pode imaginar o poder que têm as nossas palavras, se estas forem acompanhadas de uma ação. Se deseja que as suas palavras tenham peso, meça-as bem”, disse o orador, reportando-se à arma mais poderosa que o ser humano possui: a sua própria palavra.

6ª SUGESTÃO: CONTROLE AS SUAS PALAVRAS

Leia na íntegra na versão PDF
por:folhadeportugal

Qual a diferença?

Ache a diferença
Bispo Renato Cardoso
Dogs

Profetas do Senhor e profetas de Baal. Cristãos e incrédulos. Servos de Deus e senhores de si mesmos. Qual a diferença?

Até o desafio do Carmelo não havia diferença entre Elias e os profetas de Baal. Aliás, se formos apontar alguma diferença, era o fato de que os profetas de Baal estavam em alta, indo bem, mas Elias e os outros profetas estavam com os dias contados.

Elias não aceitava ser profeta do Senhor e ficar igual ou pior que os profetas de Baal. Para ele, era insulto a sua inteligência. Por isso partiu para o desafio. Ou tudo ou nada.

Quantos cristãos, frequentadores de igreja, não estão hoje em dia vivendo igual ou pior situação que os incrédulos? Se formos apontar alguma diferença, se resume apenas ao fato de que os cristãos carregam a Bíblia e os incrédulos não. De resto, tudo é igual – isso quando a vantagem não é para os incrédulos.

Há certos momentos que temos que partir para o desafio. Não podemos ficar só nas palavras, nas ideias, e boas intenções.

O Deus da Bíblia está a procura de Eliasses nos dias de hoje para responder com fogo e mostrar que Ele é Deus e que eles são Seus servos.

DECISAO.ORG

Bispo Romualdo em Espanhol

Espanhol – Ob. Romualdo – 11 de octubre de 2009 – Domingo – Buenos Aires

Posted using <a href="http://sharethis.comnShareThisdomingo27
Santo Culto – Bispo Romualdo

O fogo estranho

“Nadabe e Aibiú, filhos de Arão, tomaram cada um o seu incensário, e puseram neles fogo, e sobre este, incenso, e trouxeram fogo estranho perante a face do Senhor, o que lhes não ordenara” (Levítico 10.1). Os dois filhos de Arão pegaram um fogo estranho e levaram para Deus. Caiu fogo do céu não para abençoa-los, mas para extermina-los, pois o fogo estranho que apresentaram era algo que o Senhor não tinha pedido. Deus pede uma coisa e a pessoa se apresenta diante d’Ele com outra. Isso é o mesmo que querer engana-lo. Muitas pessoas chegavam ao altar e colocavam sobre ele um animal. Alguns desses animais eram sadios apenas aparentemente, pois tinham moléstias interiores. Aos olhos do ofertante, aquele animal servia para ser apresentado a Deus em Seu altar, em forma de sacrifício. Mas o Espírito Santo sabia que aquele animal estava danificado, e que não servia como sacrifício para o Senhor. Esse animal doente significa o fogo estranho que foi apresentado a Deus, em forma de sacrifício, pelos filhos de Arão. Por serem filhos de um sacerdote, Nadabe e Abiú poderiam ter sido poupados, mas não foi isso que aconteceu. E assim como eles foram mortos, por causa do fogo estranho que apresentaram a Deus, muitos cristãos, que estão hoje na igreja, também estão mortos espiritualmente. Esses cristãos, apesar de conhecerem a Bíblia, não têm vida; estão vazios, magoados e ressentidos. Pessoas nessas condições não conseguem enfrentar os problemas quando eles chegam, pois estão sem base e sem estrutura. O alicerce da vida cristã é feito de sacrifícios perfeitos apresentados a Deus, ou seja, com fogo que não é estranho, com um fogo que agrada a Deus. O Senhor Jesus deu a Deus o que Ele pediu. O fogo no Calvário não foi estranho, e sim perfeito. Assim como o sacrifício de Jesus, o sacrifício do cristão não pode ser estranho: tem de ser um sacrifício perfeito. Outro grande exemplo de fogo estranho foi o de Ananias e Safira: “Entretanto, certo homem, chamado Ananias, com sua mulher Safira, vendeu uma propriedade, mas, em acordo com sua mulher, reteve parte do preço e, levando o restante, depositou-o aos pés dos apóstolos. Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus.
Ouvindo essas palavras, Ananias caiu e expirou, sobrevindo grande temor a todos os ouvintes. Levantando-se os moços, cobriram-lhe o corpo e, levando-o, o sepultaram. Quase três horas depois, entrou a mulher de Ananias, não sabendo o que ocorrera. Então Pedro, dirigindo-se a ela, perguntou-lhe: Disse-me, vendeste por tanto aquela terra? Ela respondeu: Sim, por tanto. Tornou-lhe Pedro: Por que entraste em acordo para tentar o Espírito elo Senhor? Eis aí à porta os pés dos que sepultaram o teu marido e eles também te levarão. No mesmo instante caiu ela nos pés de Pedro e expirou. Entrando os jovens, acharam…na morta e levando…a, sepultaram…na junto do marido. E sobreveio grande temor a toda a igreja e a todos quantos ouviram a notícia destes acontecimentos” (Atos 5.1-11). Com Deus não se brinca; é tudo ou nada! Ananias e Safira conservaram a metade do que haviam ganho com a venda de sua propriedade. Sabiam que o lucro deveria ser comum a todos da comunidade cristã. Existem pessoas que tentam conservar o coração, mesmo sabendo que ele precisa ser totalmente entregue a Deus. E por essa razão que o Senhor Jesus não consegue entrar na vida delas. Sem entregar o coração a Deus, não há como ter um encontro com Ele. São muitos os que não conseguem nascer de novo, mantendo viva a velha criatura, pois continuam apegados a coisas e sentimentos do passado. O Espírito Santo é educado; Ele não invade o coração das pessoas. Ele espera, por causa do livre-arbítrio, que elas abram o coração para que Ele entre. Jesus está vivo e proporciona vida em abundância. Se temos Jesus, precisamos estar vivos, para que este mundo ressuscite através de nós.Os filhos de Arão apresentaram um fogo estranho a Deus, assim como Ananias e Safira deram apenas a metade de seus lucros. Hoje em dia, muitas pessoas, no momento de entregarem seus dízimos e ofertas a Deus, tentam Lhe enganar, e pensam: Vou colocar no altar aquilo que eu julgo ser o suficiente. São tantas pessoas que dão ofertas e dízimos, que os pastores, ao abrirem os envelopes, não saberão qual é o meu. Ora, mesmo o valor da oferta, ou do dízimo dessa pessoa, sendo alto, será considerado por Deus um fogo estranho.

As portas podem estar fechadas, mas se as tocar, elas se abrirão

domingo27Em recente reunião realizada pelo bispo Romualdo na Catedral da Fé na Argentina Dom dia 27.09.09, o bispo explicou: “O Senhor Jesus nos deu liberdade para que peçamos e busquemos o que queremos, sempre que for bom para nós e para os demais. Mas a resposta não chega quando fazemos as coisas sem fé.”

A Bíblia diz: “…Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á;” (Lucas 11:9). O problema é que muitos não têm fé para que Deus lhes conceda o que desejam, ainda que Ele tenha poder para tal.

Temos que manifestar nossa fé, e de acordo com ela receberemos. Se recebemos pouco, devemos reclamar com nossa fé; cada um é responsável pelo que recebe.

Se você tem fé para buscar, encontrará. Se busca a Deus, O encontrará. Se busca a reconstrução da sua família, também. Mas não pode pedir que outro busque por você. O que acontece é que há pessoas acomodadas, que querem que outro faça o que elas devem fazer.

“Batei, e abrir-se-vos-á;” Então não há porta que você não possa abrir. Todas podem estar fechadas, mas se as tocar, elas se abrirão. Se não abrir na primeira tentativa, persevere, porque se trata de uma promessa.(Lucas 11:10) Se você não encontrou é porque não está buscando. Quando pedimos e não recebemos, e ficamos sem paz, e isso denota falta de fé.

Mas se, em vez disso, pedimos e não recebemos, mas mantemos a paz, demonstramos que pedimos com fé, porque o Espírito Santo concede essa paz; que é o sinal de que vamos receber o que buscamos, disse o bispo.

A Catedral da Igreja Universal na Argentina fica localizada na Av. Corrientes 4070, Almagro.

Tradução: Fernando Damasceno

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 38 outros seguidores